home
 
notícias
car
  Rali Serras de Fafe Moura vence ao foto finish
   

Ricardo Moura e António Costa voltaram a ser felizes em Fafe, depois de alguns anos de azares a dupla do Ford Fiesta R5 venceu a edição 2018 da prova de abertura do campeonato.

Depois de toda a expetativa gerada em torno da prova de abertura do campeonato, o Rali serras de Fafe não desiludiu ninguém, com excelentes andamentos e lutas ao segundo.  Com  uma lista de inscritos com 20 carros da categoria R5, onde a qualidade dos participantes era por demais evidente, a prova de abertura do nacional de ralis tinha reunidos todos os ingrediente para um arranque épico. Com os habituais animadores dos ralis nacionais presentes o destaque ia para o regresso, sendo o mais mediático o do bicampeão do mundo de produção, Armindo Araújo.

Divido entre a tarde de sábado e manhã de domingo, o Rali Serras de Fafe foi composto de 12 especiais de classificação, seis por cada etapa. Com cerca de 60 km ao cronometro divididos por dupla passagem pelas especiais de Lameirinha e Luílhas, completados por pouco mais de 3km da super especial citadina nas ruas Fafe a tarde sábado deixou logo claro quem seriam os principais protagonistas desta prova de abertura. Se todos sabiam que Ricardo Moura é um piloto rápido em Fafe, e isso ficou demonstrado desde logo com o açoriano a vencer a especial de abertura e surpresa, para a maioria dos presentes, chegava de prestação de Miguel Barbosa, que prometera lutar pelo titulo e cumpria totalmente esse desígnio nesta prova de abertura a bater-se de igual para igual com Moura , vendendo 3 das especiais, e terminando a primeira etapa do rali na liderança com 1.6 segundos de vantagem par ao poto açoriano. Quem não teve a sorte pelo seu lado neste primeiro dia foi Carlos Vieira, o piloto da Hyundai viu-se forçado a fazer um reset ao i20 R5 em pleno Confurco e viria mais tarde a capotar, sem grandes danos, na primeira passagem por Luílhas, terminou o primeiro dia de prova a 2 minutos do líder na 8ª posição. De regresso à competição , Armindo Araújo sentiu algumas dificuldades para entrar no ritmo dos mais rápidos terminando o dia em 6º a 1:45 minutos de Barbosa. Também de regresso à competição depois od acidente sofrido no Rally de Portugal J.P. Fontes era 4º 1:05.30 minutos de Barbosa com João Barros em 5º e Pedro Meireles em 3º a ser o melhor depois da dupla da frente. Destaque neste primeiro dia para alguns toques e acidentes,  nomeadamente o de toque de Ricardo Teodósio logo na primeira especial que abriu a direção do Skoda Fabia R5 do piloto algarvio e assim o colocou fora de prova. Também José Carlos Macedo , que fazia um regresso esporádico deste rali deu um toque e capotou ficando assim fora de prova.


Com um segundo dia de rali a prometer muito, os espetadores que se deslocaram a Fafe não saíram defraudados, com Moura e Barbosa a travarem um aluta titânica até a última especial com 3 mudança de líder pelo meio. Moura entrou melhor venceu as duas primeiras especiais e assumiu a liderança no fim da 7ª especial,  mas Barbosa responderia na especial seguinte para reassumir a liderança no fim do primeiro loop. Moura voltaria a entrar em força vencia a 9ª e a 10ª especiais e reassumia a liderança com 1.7 segundos para defender nos 6.77km da segunda passagem por Gontim. Foi um a respiração suspensa que todos assistiram a esta última especial em que Moura e Barbosa fizeram exatamente o mesmo tempo, ficando assim o açoriano com a vitória por escassos 1.7 segundos. Atrás da dupla da frente Pedro Meireles , 3º, e J.P. Fontes, 4º, mantiveram a posição que traziam do dia anterior fazendo assim  uma boa operação em termos de campeonato.  Destaque neste segundo dia para o andamento dos dois pilotos da Hyundai, que se aproximaram dos ritmos dos homens da frente o que lhes permitiu terminar em 5º e 6º, com Armindo na frente de Vieira.  João Barros foi 7º e o espanhol Alexander Vilanueva levou o seu Skoda Fabia R5 ao 8º posto final. Paulo Meireles terminou em 9º e o britânico Harry Hunt fechou o top 10 aos comandos de um Citroen DS3 R5. Pedro Antunes foi o 11º da geral e venceu de modo natural entre os concorrentes das 2RW.


O Campeonato de Portugal de Ralis prossegue entre 21 e 24 de Março com a realização do Azores Airlines Rallye.


 

Joana Barbosa | Ansiosa pela estreia

 

Rali Serras de Fafe Moura vence ao foto finish

 

Armindo motivado para o regresso

 

Ricardo Teodosio com projeto a dois anos

 

Paulo Neto vai prova a prova

 

Armindo apresenta projeto

 

Fontes vence em Castelo Branco

 

Manuel Pinto faz regressar os diesel ao nacional

 

Manuel Castro com Hyundai I20 R5 no CRN

 

Marco Reis - ritmo cauteloso vale p

 
® RALI FÓRUM | 2011 | geral@raliforum.net | Design: Elisabete Afonso